Usuário:  Senha:        Senha Usuário   |   Register
Nova Política de Saúde para Municípios Imprimir E-mail

I – Simpósios a Serem Ministrados:

1 – Sobre As Nossos Velhas e Novas Doenças Endêmicas (Atrasos Seculares).

2 – Sobre Violência no Mundo Moderno (Retrocesso e "Canibalismo" Humano).

3 – Sobre Doenças Ocupacionais.

4 – Sobre As Principais Doenças do Planeta Terra:

4.1 – Problemas Ecológicos Globais (O Planeta Desequilibrado – Níveis de Poluição Intoleráveis, Desmatamento, Uso Indiscriminado de Pesticidas e Fertilizantes Químicos, Perda da Biodiversidade do Planeta – matança e tráficos de animais, extinção de espécies vegetais –, Efeito Estufa e Suas Consequências, Destruição da Camada de Ozônio e Suas Conseqüências para a Saúde da Biosfera e Para a Saúde Mundial).

5 – Sobre as Grandes Enfermidades Globais do Terceiro Milênio: Alergias, Doenças Crônico-Degenerativas (Diabetes, Hipertensão Arterial, Obesidade, Câncer, etc.), Doenças da Globalização (Doenças Emergentes e Reemergentes) com conseqüências para a Humanidade, Antigas e Novas Enfermidades em Países Pobres.

6 – Sobre os Grandes Problemas Globais do Terceiro Milênio: Crescimento e Pirâmide Populacional, Escassez de Água, Energia (Uso de Energias Alternativas), Escassez de Alimentos e Desnutrição, Falta ou Escassez de Saneamento Ambiental (uso da Água Potável, Esgotamento Sanitário, Destino do Lixo, Reciclagem do Lixo, Aterro Sanitário).

7 – Sobre Ecologia e Poluição: O Planeta e os Organismos Equilibrados (Cadeias e Teias Alimentares, Comunidades, Ecossistemas e Biosfera); Desequilíbrios dos Ecossistemas (Desmatamentos, Efeito Estufa, Camada de Ozônio, Refugiados Ecológicos, Poluição do Ar, dos Ecossistemas Marinhos, de Água Doce e Terrestres); Uso Indiscriminados de Fertilizantes e Inseticidas; Os Aditivos Alimentares e a Saúde; Alimentação, Saúde e Enfermidades; Ambientes Saudáveis, Pessoas Saudáveis e Cidades Saudáveis.

II – Oficinas (Work Shops), Seminários a Serem Ministrados:

1 – O que é Saúde e Qualidade de Vida.

2 – Planejando a Saúde num Município.

3 – Administrando a Saúde num Município.

4 – Implantando o SUS no Município: Sistemas e Serviços de Saúde, SUS (Antecedentes, Princípios Doutrinários e Organizativos), Municipalização da Saúde, Estratégia de Saúde da Família (ESF), Financiamento e Controle Social.

5 – A Municipalização da Saúde.

6 – Controle Social em Saúde: Conselhos e Conferencias de Saúde.

7 – DST/AIDS.

8 – Parâmetros Biológicos e Bioquímicos do Organismo Humano: em Crianças, nos Adultos (Homens/Mulheres), na Gestação, na Velhice (Senectude), Ritmos Circadianos e Anormalidades.

9 – Microbiota Normal do Organismo e Enfermidades.

10 – Outros (a combinar)

III – Planejamento e Projetos em Saúde:

1 – Planejamento Global Para Municípios.

2 – Planejamento em Saúde Para Municípios.

3 – Projeto de Saúde Para Municípios.

4 – Projeto de Educação em Saúde Para Municípios.

5 – Implantação de Sistemas e Serviços de Saúde em Municípios.

IV – Projetos e Programas de Controle:

1 – Projetos de Controle de Endemias:

1.1 – Programa Controle da Doença de Chagas.

1.2 – Programa de Controle da Esquistossomose.

1.3 – Programa de Controle da Febre Amarela e do Dengue

1.4 – Programa de Controle da Leishmaniose Cutâneo-Mucosa.

1.5 – Programa de Controle da Leishmaniose Visceral.

2 – Programa de Agentes de Saúde.

3 – Programa de Saúde da Família (Agentes de Saúde e Profissionais de Nível Superior).

4 – Projetos de Laboratório de Patologia Clínica.

5 – Projetos Relacionados com a Área Social.

5.1 – Projeto de Combate a Pobreza.

5.2 – Projeto de Combate a Fome.

5.3 – Projeto de Combate a Delinqüência Infantil.

5.4 – Projetos de Construção de Casas na Zona Rural e Urbana.

6 – Projetos Relacionados com a Área de Educação:

I – Projeto de Educação Sanitária para Professores do Ensino Fundamental.

II – Projeto de Educação Sanitária para a Comunidade.

7 – Projetos Relacionados com a Área de Saneamento Ambiental:

I - Projetos de Saneamento para os Municípios (Água Potável, Esgotamento Sanitário, Destino do Lixo, Reciclagem do Lixo, Aterro Sanitário, etc.).

II – Projetos de Construção de Kits Sanitários.

8 – Outros Projetos.

V – Treinamentos ou Capacitação:

1 – Capacitação em Educação Permanente (Equipe Multiprofissional).

2 – Para Agentes de Saúde.

3 – Para Agentes de Saúde de Controle de Endemias.

4 – Para Professores em Educação Para a Saúde.

5 – Para Educadores Sanitários em Educação Para a Saúde.

6 – Para Técnicos em Informática.

7 – Em Saúde da Família para os Níveis: Médio e Superior.

8 – Para Técnicos e Auxiliares de Laboratório.

9 – De Conselheiros Locais, Distritais e Municipais de Saúde.

10 – De Recursos Humanos Para a Área de Saúde.

11 – Curso de Interpretação de Exames Laboratoriais.

VI – Capacitação – Saúde nas Diversas Etapas da Vida:

1 – Saúde Materno-Infantil:

1.1 – Saúde da Gestante.

1.2 – Aleitamento Materno.

1.3 – Combate a Mortalidade Infantil.

1.3 – Saúde no 1o ano de Vida (Noções de Puericultura).

1.4 – Saúde da Criança.

1.5 – Saúde do Adolescente (Educação Sexual, DST/AIDS, Drogas, etc.).

1.6 – Saúde do Idoso: Doenças Crônico-Degenerativas (Diabetes, Hipertensão Arterial, Obesidade e outros).

1.7 – Saúde Mental: Deficientes Mentais, Atividades Físicas e Atividades de Lazer.

VII – Projetos Para a Melhoria da Qualidade de Vida e de Saúde:

1 – Combate á Desnutrição: Agricultura Familiar.

2 – Hortas: Alimentares e Medicinais.

3 – Habitação:

3.1 – Construção de Casas.

3.2 – Melhorias das Habitações.

3.3 – Construção de Módulos Sanitários.

4 – Renda Familiar:

4.1 – Capacitação em Arte Artesanal:

4.1.1 – Arte em Reciclável (reduzir, reutilizar e reciclar materiais descartados), Cerâmica, Reaproveitamento de Fibras Naturais (especialmente da Bananeira, Cipó, etc.), Madeiras, Pinturas, Bordados e Similares, Corte e Costura, entre outros.

4.1.2 – Arte em Reciclável – reduzir, reutilizar e reciclar materiais descartados, produzindo os mais diversos produtos astesanais de qualidade, compatíveis com a exigência do mercado consumidor.

4.1.2.1 – Arte em Reaproveitamento de Fibras Naturais – dar treinamentos de técnicas artesanais, com fibras matérias como: cipó, titara, fibra de bananeira, pipiri, palha de milho, fibra imbé e outras matérias existentes nas diversas regiões ou comunidades de modo a oferecer alternativa de renda, conscientização e ocupação a pessoas desta localidade, com o aproveitamento da matéria-prima abundante da região.

4.2 – Outros Cursos: em madeiras, bambu, pinturas, bordados e similares, corte e costura, entre outros, também objetivando a confecção de produtos artesanais de qualidade, ecologicamente viável, correto e sociável.

4.3 – Capacitação dos Jovens Para o Mercado de Trabalho: Cursos Técnicos (Informática, Técnicos e Auxiliares de Laboratório, Técnico Agrícola, etc.).

VIII – Implantação e Supervisão de Serviços de Saúde:

1 – De Projetos Globais Municipais de Saúde.

2 – De Programas de Educação Sanitária Para Educadores Sanitários.

2 – De Programas de Educação Sanitária Para Agentes de Saúde.

3 – De Programas de Educação Sanitária Para Professores.

4 – De Programas de Controle de Endemias.

5 – De Programas de Saúde da Família.

6 – De Laboratórios de Patologia Clínica.

7 – De Saúde Bucal Para a Comunidade.

8 – Informatização dos Serviços Municipais de Saúde.

9 – Farmácia Alternativa:

9.1 – Farmácia de Manipulação.

9.2 – Plantas Medicinais.

IX – Cadastramento das Famílias Existentes no Município.

X – Confecção de Apostilhas e Outros Materiais:

1 – Para todos os treinamentos acima relacionados serão fornecidos documentação científica confeccionados, tais como apostilhas e outros materiais.

XI – Honorários dos Serviços Serem Prestados:

 

Últimas Notícias

Gripe suína será como pandemias do século XX
 

Estatística

Membros : 353
Conteúdo : 246
Links da Web : 141
Visualizações de Conteúdo : 155039