Usuário:  Senha:        Senha Usuário   |   Register
Administração em Saúde Imprimir E-mail

Administração foi definida como a orientação, direção e controle dos esforços de um grupo de indivíduos visando a um objetivo comum. Essa definição, embora aponte a finalidade ou função da administração, pouco nos diz da natureza dos processos administrativos, ou seja, da maneira pela qual o administrador alcança aqueles resultados. E, a menos que se possa penetrar no que e no como da administração, a técnica administrativa permanecerá uma habilidade fugaz, adquirida por herança, intuitivamente ou em determinadas circunstâncias, por pouco privilegiados.

Um dos meios de analisar a administração é pensar em termos do que faz um administrador. Segundo essa maneira de abordar o assunto, a tarefa de qualquer administrador pode ser dividida nos seguintes processos básicos administrativos:

1 – Coordenação – do latim tardio, coordinatione, ato ou efeito de coordenar (dispor segundo certa ordem e método) - é a fase que se ocupada sincronização e unificação das atividades de um grupo de pessoas. Tem-se uma operação coordenada quando as atividades dos empregados são harmoniosas, entrosadas e conjugadas para a realização de um objetivo comum.

2 - Planejar - isto é, determinar a tarefa a ser realizada e no sentido aqui empregado, o planejamento abrange uma vasta gama de decisões, tais como esclarecer os objetivos, formar as políticas, traçar programas e campanhas, estabelecer métodos e procedimentos específicos, e fixar a programação diária.

3 – Organizar – isto é, grupar as atividades necessárias a realização dos planos em unidades administrativas e definir as relações entre a chefia e os empregados dessas unidades.

4 – Reunir Recursos – ou seja, obter, para utilização pela empresa, o pessoal de chefia, o capital, as instalações e tudo mais que seja necessário à execução dos planos.

5 – Executar – do latim exsecutu, "seguido até o fim", levar efeito, efetuar, efetivar, realizar - significa tornar efetivas ou realizar as tarefas devidamente estabelecidas quando na fase do planejamento.

6 - Supervisionar – a supervisão, do inglês supervision, ação ou efeito de supervisar ou supervisionar, dirigir ou orientar ou inspecionar em plano superior. Sem supervisão não há organização que resista e que possa se estabelecer, pois ela é imprescindível em qualquer setor de atividade humana.

7 – Controlar – isto é, assegurar que os resultados obtidos correspondam, tanto quanto possíveis, aos planos. Isto implica em estabelecer padrões, comparar os resultados atuais com o padrão estabelecido e na necessária ação corretiva quando a execução se desviar do plano.

Essas premissas de administração em geral, podem-se muito bem aplicá-las na área de saúde.

Obs – para todos os treinamentos acima relacionados serão fornecidos documentação científica confeccionados, como apostilhas e outros materiais.

 

 

Últimas Notícias

Gripe suína será como pandemias do século XX
 

Estatística

Membros : 379
Conteúdo : 246
Links da Web : 141
Visualizações de Conteúdo : 175041